Deprecated: iconv_set_encoding(): Use of iconv.internal_encoding is deprecated in /home/espac293/public_html/ameliareis.com.br/libraries/joomla/string/string.php on line 28

Deprecated: iconv_set_encoding(): Use of iconv.input_encoding is deprecated in /home/espac293/public_html/ameliareis.com.br/libraries/joomla/string/string.php on line 29

Deprecated: iconv_set_encoding(): Use of iconv.output_encoding is deprecated in /home/espac293/public_html/ameliareis.com.br/libraries/joomla/string/string.php on line 30
Amélia Reis
YT Vida - шаблон joomla Joomla

Você sabe e você pode!

A essência do meu trabalho é o movimento. E é por meio dele que oriento cada aluno a sentir o seu próprio corpo, compreendendo suas possibilidades e limites. Pensar nisso é refletir sobre a questão do equilíbrio na vivência corporal.

Um corpo em movimento comporta um dinamismo permanente e contínuo em que tanto a estabilidade quanto a instabilidade fazem parte do mesmo processo. Equilíbrio, nesse caso, não é um conceito idealizado, que remete a uma harmonia perfeita e constante. Equilíbrio é o resultado que cada corpo falante alcança ao ser “escutado” em sua singularidade.

Estamos sempre em ação, mesmo quando nos sentimos ou pensamos estar parados. Ao dormir, por exemplo, nossas unhas e cabelos continuam crescendo e isso acontece todos os dias e nos renova.

Também podemos sentir com regularidade sintomas de velhas dores e incômodos já conhecidos que sempre voltam. Às vezes, por uma ou outra razão, nem sempre consciente, nos fechamos para a solução desses problemas. Por que isso acontece? Muitas vezes acreditamos que aquela dor faz parte, já que sentimos deste muito tempo e não nos empenhamos para eliminar um padrão com tensões estabelecidas ou posturas erradas, que fazem parte do nosso corpo há muito tempo e que nos impedem de fazer algo diferente.

Nossas dores têm origens variadas, desde o uso inadequado do corpo até limitações e padrões psíquicos instalados. Nesses casos, o trabalho corporal por si só não é suficiente para nos livrar desses padrões. A boa notícia é que podemos criar um corpo mais forte que vai nos ajudar a viver de forma confiante. Mudar nossa postura corporal é um passo importante e não exige muito. Por exemplo, podemos começar organizando melhor a nossa maneira de sentar ou a forma de posicionar pés, pernas, bacia, tronco, braços e mãos no dia-a-dia. São atitudes simples, de prestar atenção, e que nos leva a fazer um melhor uso do corpo.

Gosto sempre de lembrar aos meus alunos que corpo não se economiza quanto mais e melhor usado, menos desgaste ele tem. Há um ditado francês muito popular que diz: “A juventude pode, mas não sabe, enquanto a velhice sabe, mas não pode”.

 

Pense sobre isso e até o nosso próximo bate papo!

Receba novidades

Copyright © Amélia Reis - todos os direitos reservados.
Produzido por: ONSERVICES